Notícias
«« voltar Geração de empregos || Publicado em: terça-feira, 6 de abril de 2021
Setor de transporte mais contratou que demitiu em fevereiro, diz CNT

De acordo com a Confederação Nacional do Transporte (CNT), através de uma atualização no Painel do Emprego no Transporte, o setor de transporte mais contratou que demitiu em fevereiro. A entidade utiliza dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia. Dessa forma, a ferramenta que a CNT disponibiliza apresenta a movimentação mensal no mercado de trabalho formal no Brasil.

Segundo o levantamento, no transporte, em fevereiro, considerando a diferença entre admissões (60.998) e desligamentos (50.912), o setor apresentou um saldo positivo de 10.086 postos de trabalho. Com isso, registrando o maior valor para o mês de fevereiro desde 2014, quando foi registrado um saldo de 10.540 empregos formais.

Ao considerar os diferentes modais de transporte no acumulado de janeiro a fevereiro de 2021, é possível identificar que o maior saldo na criação de empregos formais (+18.350) ocorreu no segmento de Transporte Rodoviário de Carga (TRC). Entretanto, o transporte rodoviário de passageiros urbanos segue a tendência negativa registrada desde o começo da pandemia. Assim, apresentando a maior perda de profissionais. Na diferença entre admissões e demissões, o saldo negativo de empregos formais do segmento no bimestre foi de -6.288. A mesma situação ocorreu no modo rodoviário de passageiros de longo curso (saldo negativo de 3.151).

Acesse aqui o Painel do Emprego no Transporte

Fonte: Frota & Cia
SITE PRODUZIDO POR WORLD DESIGNER
Detrans do Brasil
Acre AlagoasAmapáAmazonasBahiaCearáDistrito FederalEspírito SantoGoiásMaranhão Mato GrossoMato Grosso do SulMinas GeraisParáParaíbaParanáPernambucoPiauíRio de JaneiroRio Grande do NorteRio Grande do SulRondôniaRoraimaSanta CatarinaSão PauloSergipeTocantins