Notícias
« voltar E-commerce || Publicado em: sexta-feira, 22 de janeiro de 2021
Recuperação do varejo perde força; mas e-commerce deve crescer, diz BTG

De acordo com o BTG Pactual, o segundo pico de covid-19 deve interromper a recuperação de grandes nomes do varejo. Dessa forma, o banco destaca que os papéis das empresas de comércio eletrônico, apesar da desaceleração, devem reportar bons números no último período de 2020.

Segundo os analistas Luiz Guanais e Gabriel Savi afirmam que o BTG Pactual termina o ano "com um otimismo cauteloso para o setor para 2021”. Assim, com alguma recuperação para nomes que sofreram com a pandemia no último ano, especialmente em segmentos discricionários como vestuário, calçados e restaurantes.

"Entretanto, dezembro trouxe uma realidade diferente”, alertam. De acordo com o relatório, o iminente fim do auxílio emergencial e o segundo pico da covid-19 devem frear e até reverter a recuperação vista desde julho.

Apesar da desaceleração registrada pelo e-commerce após o auge no segundo trimestre de 2020, o segmento deve permanecer com desempenho positivo. Os analistas destacam os benefícios da mudança digital acelerada durante a pandemia.

Fonte: Frota & Cia
SITE PRODUZIDO POR WORLD DESIGNER
Detrans do Brasil
Acre AlagoasAmapáAmazonasBahiaCearáDistrito FederalEspírito SantoGoiásMaranhão Mato GrossoMato Grosso do SulMinas GeraisParáParaíbaParanáPernambucoPiauíRio de JaneiroRio Grande do NorteRio Grande do SulRondôniaRoraimaSanta CatarinaSão PauloSergipeTocantins