Notícias
« voltar Rodízio || Publicado em: terça-feira, 12 de maio de 2020
São Paulo amplia rodízio, para restringir a circulação de pessoas

Começou a valer a partir de segbunda-feira (11/05) o novo rodízio de veículos da cidade de São Paulo. Dessa forma, após quase dois meses suspenso por causa da pandemia de covid-19, o novo rodízio será agora ainda maior. A medida tem validade em toda a cidade e pelo período de 24 horas, além de restringir ainda mais a quantidade de veículos por dia.

De acordo com o novo rodízio, os veículos com placa de final par (0, 2, 4, 6 e 8) só poderão circular nos dias pares. Por sua vez, carros com placas que terminam em número ímpar (1, 3, 5, 7 e 9) poderão circular nos outros dias. Dessa forma, os veículos estão liberados para trafegar pela cidade dia sim, dia não, inclusive nos feriados e fins de semana. Entretanto, a medida só não valerá no dia 31 de maio, quando ambos poderão circular.

Segundo o prefeito da cidade, Bruno Covas, a ideia do rodízio é restringir ainda mais a circulação de pessoas, principalmente quando o isolamento social na cidade tem ficado abaixo dos 50% – valor mínimo considerado satisfatório para diminuir a propagação do coronavírus.

Baixo isolamento e punição para quem não cumprir o rodízio

Com o baixo isolamento, o número de casos aumentou muito, deixando os hospitais municipais à beira de um colapso. Atualmente, a rede da cidade está com 86% de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI).

Os carros que descumprirem as novas regras serão autuados de acordo com o Código de Transito Brasileiro, com perda de quatro pontos no prontuário da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e com pagamento de multa no valor de R$ 130,16. Será aplicada somente uma multa por dia para o mesmo veículo, independentemente da quantidade de vezes em que houver, no mesmo dia, desobediência à restrição.

Fonte: Frota & Cia
SITE PRODUZIDO POR WORLD DESIGNER
Detrans do Brasil
Acre AlagoasAmapáAmazonasBahiaCearáDistrito FederalEspírito SantoGoiásMaranhão Mato GrossoMato Grosso do SulMinas GeraisParáParaíbaParanáPernambucoPiauíRio de JaneiroRio Grande do NorteRio Grande do SulRondôniaRoraimaSanta CatarinaSão PauloSergipeTocantins