Notícias
« voltar Débitos veiculares || Publicado em: segunda-feira, 16 de setembro de 2019
Cetsesb e Taki firmam parceria para pagamentos de débitos veiculares

A partir do mês de setembro, caminhoneiros e proprietários de tratores, ônibus e vans com placas do Estado de São Paulo podem parcelar débitos veiculares em até 12x no cartão de crédito. A iniciativa é uma parceria entre a Taki – startup com soluções para facilitar diversos tipos de pagamentos – e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), localizada no alto de Pinheiros.

De acordo com Diogo Cuoco, CEO da Taki, a possibilidade de pagamento por cartão pode ajudar diversos motoristas irregulares. Uma vez que o pagamento do licenciamento só pode ser realizado se não houver pendências no veículo. "Além da opção do parcelamento, muitos contribuintes ainda podem usar o benefício do desconto de até 30% para o pagamento antecipado das multas e economizar”.

Conforme o calendário de arrecadação do Detran, o período de licenciamento dos caminhões e tratores começa a valer em setembro e se estende até dezembro de 2019. "Com a intenção de orientar e ajudar os motoristas a parcelarem seus débitos veiculares vencidos e a vencer, estamos com um posto de atendimento dentro da CETESB. Assim, os motoristas só precisam estar com o número do RENAVAM em mãos. Além de um cartão de crédito das principais bandeiras”, explica o CEO.

Uma alternativa para os caminhoneiros é parcelar o pagamento por meio do site da Taki. "Somos credenciados do Governo do Estado de São Paulo e facilitamos a vida dos contribuintes e caminhoneiros, que normalmente acumulam os débitos para licenciar tudo de uma vez à vista. Agora, eles têm a oportunidade de parcelar em até 12x no cartão de crédito suas contas”.

Fonte: Frota & Cia
SITE PRODUZIDO POR WORLD DESIGNER
Detrans do Brasil
Acre AlagoasAmapáAmazonasBahiaCearáDistrito FederalEspírito SantoGoiásMaranhão Mato GrossoMato Grosso do SulMinas GeraisParáParaíbaParanáPernambucoPiauíRio de JaneiroRio Grande do NorteRio Grande do SulRondôniaRoraimaSanta CatarinaSão PauloSergipeTocantins