Notícias
« voltar Malha rodoviária || Publicado em: quinta-feira, 18 de outubro de 2018
57% da malha pavimentada brasileira apresenta problemas

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou na quarta-feira (17) a 22ª edição da Pesquisa CNT de Rodovias. Segundo o estudo a malha pavimentada brasileira apresentou ligeira melhora entre 2017 e 2018, mas segue em condições insatisfatórias.

De acordo com o levantamento, 57% dos trechos avaliados foram classificados regular, ruim ou péssima, abaixo dos 61,8% apontados em 2017. No total, a CNT pesquisou 107.161 km, o que corresponde a toda a malha federal pavimentada e aos principais trechos estaduais, também pavimentados.

A sinalização foi a variável que contribuiu para a melhora nos dados de uma pesquisa para a outra. Neste ano, o percentual da extensão das rodovias com sinalização ótima ou boa foi de 55,3%. No ano passado, 40,8%. A melhora de 14,5 pontos percentuais pode ser explicada pelos avanços nos programas dedicados à adequação da sinalização, sobretudo em rodovias federais.

As condições da geometria da via preocupam, pois 75,7% da extensão avaliada foi classificada como regular, ruim ou péssima. A situação do pavimento também é deficiente em 50,9% da extensão total avaliada.  Outro número que aparece em destaque no estudo é o aumento de pontos críticos, que passaram de 363 para 454 casos.

A pesquisa aponta, ainda, que as condições do pavimento das rodovias representam acréscimo médio do custo operacional do transporte da ordem de 26,7%. As deficiências impactam a manutenção dos veículos, com maior desgaste de pneus e freios e aumento do consumo de combustível.

Para acessar a pesquisa completa, clique aqui.

Fonte: Agência CNT Notícias
SITE PRODUZIDO POR WORLD DESIGNER
Detrans do Brasil
Acre AlagoasAmapáAmazonasBahiaCearáDistrito FederalEspírito SantoGoiásMaranhão Mato GrossoMato Grosso do SulMinas GeraisParáParaíbaParanáPernambucoPiauíRio de JaneiroRio Grande do NorteRio Grande do SulRondôniaRoraimaSanta CatarinaSão PauloSergipeTocantins