Notícias
« voltar Greve dos caminhoneiros || Publicado em: quinta-feira, 24 de maio de 2018
ABComm se posiciona contrária à greve dos caminhoneiros
Entidade que representa lojas virtuais do País avalia que paralização gera prejuízos inestimáveis para os consumidores e cobra rápida normalização

A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), entidade que representa as lojas virtuais do País, considera gravíssima a paralização dos caminhoneiros, que já afetam milhares de consumidores que dependem do serviços de transportadoras para receber as compras de produtos realizadas pela internet. A entidade cobra a pronta normalização, com o fim imediato das paralizações.

A greve dos caminhoneiros, que teve início no último dia 21 de maio, está afetando o trânsito de diversas transportadoras. A ABComm já tomou conhecimento de diversos produtos parados em diferentes localidades do País. "Já temos relatos de diversas empresas de logística com objetos parados em diferentes locais do Brasil. Diversos atrasos na entrega de mercadorias já são registrados e há um forte aumento de custos logísticos com reprogramação dessas encomendas. Os prejuízos para o setor, para os consumidores e para o país são incalculáveis”, afirma Mauricio Salvador, presidente da ABComm.

Os Correios também já relataram que as entregas realizadas pela empresa estatal devem sofrer atrasos, especialmente nas categorias expressas, como Sedex 10, 12 e Hoje. A ABComm considera o fato gravíssimo, haja vista a proximidade com uma data sazonal importante, que é o Dia dos Namorados, no qual muitos consumidores optam por realizar compras pela internet. A entidade estima que mais de oito milhões de pedidos sejam realizados para a data.

A ABComm ressalta que compreende as motivações da paralisação, mas entende que o movimento deve preservar o fluxo das mercadorias e dos produtos para os consumidores, que mais uma vez são prejudicados por questões políticas. "É de conhecimento nacional a grave crise logística enfrentada atualmente, com sucessivos aumentos no preço do frete. A ABComm luta para preservar os interesses dos lojistas virtuais, sobretudo de pequeno e médio porte, e também dos consumidores”, complementa o presidente da ABComm.

Fonte: Cargo News
SITE PRODUZIDO POR WORLD DESIGNER
Detrans do Brasil
Acre AlagoasAmapáAmazonasBahiaCearáDistrito FederalEspírito SantoGoiásMaranhão Mato GrossoMato Grosso do SulMinas GeraisParáParaíbaParanáPernambucoPiauíRio de JaneiroRio Grande do NorteRio Grande do SulRondôniaRoraimaSanta CatarinaSão PauloSergipeTocantins