Notícias
« voltar Ferrogrão || Publicado em: sexta-feira, 4 de maio de 2018
Licitações da Norte-Sul e da Ferrogrão devem sair ainda neste ano
Afirmação foi feita pelo ministro Valter Casimiro durante evento que debate transporte de cargas sobre trilhos

O governo deve licitar, até o fim do ano, a Ferrogrão e a Ferrovia Norte-Sul, afirmou o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, durante o VII Brasil nos Trilhos. O evento é organizado pela ANTF (Associação Nacional dos Transportes Ferroviários), com patrocínio da CNT (Confederação Nacional do Transporte), e ocorreu na quinta-feira (3), em Brasília.

"Estamos trabalhando para publicar os editais ainda neste ano. Para o segundo semestre, o processo de licitação da Norte-Sul já deve estar pronto, assim como o da Ferrogrão. Com as novas concessões, acreditamos que teremos um investimento na ordem de R$ 25 bilhões no modal ferroviário em 30 anos”, disse Casimiro.


O ministro afirma que a prorrogação de contratos de concessão vigentes também é prioridade, e a ideia é que todos sejam renovados ainda em 2018. "As análises já estão sendo feitas pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) e, depois, aguardaremos o procedimento do TCU (Tribunal de Contas da União)”, destaca.


Antes das primeiras rodadas de concessões, em 1997, de acordo com dados da ANTF, o Brasil contava com 1.154 locomotivas. Já em 2015, a quantidade chegava a 3.182 unidades, um aumento de 176%. Durante o mesmo período, o número de vagões passou de 43.816 para 103.098, alta de 135%.


Outro número que mostra os ganhos da primeira rodada de concessões ferroviárias é que, nas últimas duas décadas, houve crescimento de 142% na produtividade, com um salto de 137,2 para 331,9 bilhões de TKU (toneladas transportadas por quilômetro útil).

Para o diretor-geral da ANTT, Mário Rodrigues, as melhorias no transporte sobre trilhos trazem ganhos para todo o sistema de transporte. "Precisamos enxergar o transporte como um todo. Para isso, temos que olhar para todos os modais, para a origem e o destino das cargas, e pensar na multimodalidade”, destaca.
 

Atualmente, por meio dos trilhos, 90% dos minérios extraídos no Brasil chegam aos portos. O modal também é responsável pelo transporte de 35% das commodities agrícolas exportadas.

Fonte: Confederação Nacional do Transporte
SITE PRODUZIDO POR WORLD DESIGNER
Detrans do Brasil
Acre AlagoasAmapáAmazonasBahiaCearáDistrito FederalEspírito SantoGoiásMaranhão Mato GrossoMato Grosso do SulMinas GeraisParáParaíbaParanáPernambucoPiauíRio de JaneiroRio Grande do NorteRio Grande do SulRondôniaRoraimaSanta CatarinaSão PauloSergipeTocantins