Notícias
« voltar Economia || Publicado em: segunda-feira, 20 de novembro de 2017
Movimentação de cargas no Brasil apresenta crescimento acima de 5% em 2017

No acumulado dos meses de janeiro a setembro, a movimentação de cargas nos portos, ferrovias e aeroportos do país apresentaram aumento superiores a 5% na comparação com o mesmo período de 2017. No caso do setor portuário, o crescimento foi de 5,85%. O transporte ferroviário seguiu a tendência e teve alta de 5,47%. A movimentação de cargas no setor aéreo mostra resultado positivo de 8%, em relação a 2016. E o consumo de óleo diesel aumentou nos últimos cinco meses.

Para o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella, o cenário mostra a retomada da economia brasileira e a efetividade das ações do Ministério: "Nossas ações permitiram alavancar o crescimento do setor de transportes no país. Hoje, a inflação está controlada, os juros despencaram, o desemprego diminuiu, a indústria e o comércio estão em expansão e a agricultura bate recordes de produção. Isso significa uma coisa: estamos transportando mais!”.

No terceiro trimestre, os portos públicos e privados registraram a movimentação de 279 milhões de toneladas transportadas, que representou alta de 6,59% em relação ao mesmo trimestre de 2016. No acumulado dos nove meses o setor movimentou 800,5 milhões de toneladas, de acordo com os dados da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). Para Quintella, também merece destaque a expressiva recuperação da navegação interior que mostra crescimento de 21% em relação ao ano passado.

O aumento da exportação de grãos e minérios também impulsionou a trajetória de alta no setor ferroviário que já supera o ano de 2016. No acumulado do ano, segundo dados da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o crescimento entre janeiro e setembro é de 5,47% na comparação com o ano anterior. O valor representa 398,4 milhões de toneladas. O mês de setembro, por exemplo, registrou alta de 8,26% na análise com o mês de setembro de 2016, quando foram movimentados 47,7 milhões de toneladas pelas estradas de ferro brasileiras.

O setor aeroportuário também registrou aumento de 8% no acumulado dos nove meses de 2017, na comparação com 2016. Até o mês de setembro, números da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) mostram que a movimentação de cargas foi de 997,8 mil toneladas. No terceiro trimestre, a alta foi de 8,9%. No ano, o transporte aéreo de cargas obteve crescimento em 8 dos 9 meses.

Setor rodoviário

O principal parâmetro que reflete a movimentação no setor rodoviário é o consumo de óleo diesel. O insumo registrava quedas frequentes desde o primeiro trimestre de 2015. A partir de maio deste ano, o consumo passou a crescer e diminuir a defasagem em relação a 2016. Até o momento, o combustível acumula baixa de 0,18% no ano, apesar do crescimento do consumo nos últimos cinco meses. "Nossa expectativa é que o consumo do combustível deve fechar 2017 com alta”, pontuou Quintella.

A movimentação de veículos nas rodovias concedidas também é um indicador para o setor. No ano, os dados acumulados mostram alta de 1,7% em relação a 2016.

Passageiros

A movimentação de passageiros (embarque e desembarque) nos aeroportos brasileiros entre os meses de janeiro a setembro de 2017 foi de 152,06 milhões, que representa uma variação positiva de 1,12% na comparação com 2016. No terceiro trimestre, o aumento registrado foi de 3,94%. Em 2017, o transporte aéreo de passageiro apresenta cinco meses consecutivos de crescimento.

Fonte: Ministério dos Transportes
SITE PRODUZIDO POR WORLD DESIGNER
Detrans do Brasil
Acre AlagoasAmapáAmazonasBahiaCearáDistrito FederalEspírito SantoGoiásMaranhão Mato GrossoMato Grosso do SulMinas GeraisParáParaíbaParanáPernambucoPiauíRio de JaneiroRio Grande do NorteRio Grande do SulRondôniaRoraimaSanta CatarinaSão PauloSergipeTocantins